Notícias

Fazenda Santa Cecília mantém viva a memória ferroviária de nossa região

Seguindo os trilhos na contramão do poder público, a Fazenda Santa Cecília mostra que é possível preservar muitos capítulos da história cafeeira do interior paulista.

Seguindo os trilhos na contramão do poder público, a Fazenda Santa Cecília mostra que é possível preservar muitos capítulos da história cafeeira do interior paulista.

Companhia Mogiana 1910
Legenda da imagem: Foto extraída do site Café História

Uma postura que se destaca positivamente no cenário nacional, que é retratado de forma triste e sincera em matéria publicada na Folha de São Paulo neste domingo (05/01). O texto chama a atenção para a falta de interesse do poder público em preservar a memória da Companhia Mogiana, citando que as poucas estações que ainda existem, em sua maioria, estão abandonadas. Não apenas o poder público vira as costas para a memória, mas também empresas mostram cada vez mais desinteresse no apoio à cultura e à história.

Diante desta realidade, a Fazenda Santa Cecília torna-se cada vez mais importante para a história, já que nesta tradicional fazenda de café funcionava a importante estação ferroviária Sampaio Moreira, um ramal da Cia. Mogiana, Fato importante que justifica os sólidos investimentos do proprietário da Fazenda, Omilton Visconde Junior, na restauração deste marco do desenvolvimento regional, que não pode desaparecer de nossa memória.

Confira a matéria completa da Folha aqui.